em Tudo Sobre Marcas de Roupas

Uma vez que entendemos o que são as especificações técnicas no processo ligado a como criar uma marca de roupas, é importante observar os detalhes que muitos empresários desconhecem ou deixam passar batido. 

Detalhes estes que passaremos um a um para fazer com que você, iniciante ou empresário, consiga potencializar e padronizar a produção das suas coleções. 

Conhecer cada ponto que compõe esse cenário faz com que haja a associação imediata da qualidade que você pretende proporcionar aos seus clientes. É hora de ir além.

Se você está atento ao que o mercado de confecção têxtil lhe proporciona, estando atualizado no que a Associação Brasileira da Indústria Têxtil – ABIT traz com frequência aos que atuam no ramo, entenda que nessa missão de saber como criar sua marca de roupas é preciso buscar profissionalismo.

Saiba como o entendimento das especificações técnicas de confecção farão a fixação da sua marca no mercado, podendo gerar até mais vendas. 

Confira agora mesmo!

Corte e modelagem

Não só a decisão por melhores tecidos fazem um trabalho ser melhor qualificado no mercado, mas a identidade visual atribuída no ato de definir a grade das novas coleções 

Podemos citar algumas das modelagens mais conhecidas e utilizadas, como:

  • Camiseta Padrão Reto
  • Camiseta LongLine (Acinturada e com a barra alongada)
  • Camiseta BabyLook (Modelo feminino)
  • Camiseta Vestleg (Feminina com a barra alongada para tapar o bumbum)
  • Camiseta Raglan (Mangas que saem da gola)
  • Camiseta Oversize (Modelo com mangas maiores)
  • Camiseta Manga Longa ou 3/4

 

Caso você tenha interesse em solucionar as principais dúvidas sobre a grade dos tamanhos das camisetas ou o passo a passo para identificar a qualidade de uma camiseta longline, acesse os nossos textos exclusivos!

 

Escolhendo o tecido a partir da modelagem desejada

Nessa etapa, é preciso entender os aspectos de cada corte e depois definirmos o tecido que será usado para que chegar ao resultado desejado para criar uma marca de roupas.  

É a “engenharia” da confecção, ou seja, a estrutura que será bem definida e fará com que a produção atenda as expectativas para cada nicho de clientes.

Por exemplo, uma camiseta de modelagem Vestleg (um tipo de modelagem feminina) é feita com viscolycra para poder agradar mais às mulheres, pois é um tecido mais leve que não marca tanto o corpo e é confortável para atividades físicas.

Ou então a modelagem Oversize, utilizada por um público mais streetwear que gosta de uma camiseta mais solta e que não seja transparente. Por isso, geralmente é confeccionada no algodão fio 30/1 penteado.

Veja abaixo algumas sugestões de tecidos para cada modelagem:

  • Camiseta Padrão Reto – Algodão fio 30/1 penteado; Dry fit;
  • Camiseta LongLine – Algodão fio 40/1; Cótton;
  • Camiseta Vestleg – Viscolycra; Poliviscose;
  • Camiseta Oversize – Algodão fio 30/1 penteado;
  • Camiseta Manga Longa ou 3/4 – Viscolinho; Algodão fio 30/1 penteado

O que considerar sobre a costura para criar uma marca de roupas?

Essa especificação técnica tem a função de definir o plano da roupa que se pretende confeccionar. Na prática, existem alguns pontos comuns que devem ser escolhidos na hora de produzir a sua coleção. São eles:

 

Verificar a cor da linha para que combine com o tecido

É preciso aplicar bom senso no planejamento, buscando sempre a harmonia visual entre o tecido e a cor escolhida da costura.

Caso você opte por uma roupa básica, ou seja, sem estampas, é possível escolher dentre diversas possibilidades de cor para sua linha, sendo da mesma tonalidade do tecido ou inclusive de outras cores para gerar um contraste interessante.

É possível também que haja estampas personalizadas com cores diferentes do tecido da sua peça. Nesse caso, sugiro que a cor da costura seja próxima  da estampa ou do próprio tecido.

Definir o formato da gola

Saber como será a gola da peça que será confeccionada é importante para proporcionar o conforto do seu cliente e ainda trazer um estilo visual.

Você provavelmente já ouviu falar da gola careca, também conhecida como U, a mais tradicional das camisetas; ou ainda a gola V, muito utilizada pelo público feminino; e também a canoa, conhecida por ser mais aberta e trazer um destaque para a famosa “saboneteira”.

Ainda é possível variar com a largura da gola, podendo ser uma gola com espessura mais fina ou larga, da maneira que se adequar melhor ao seu público.

 

Etiqueta clip

O segredo de uma marca reside nas características da identidade visual atribuída a ela. E que lugar melhor para se deixar um sinal da sua empresa senão numa etiqueta? 

Mas o que é uma etiqueta clip?

Geralmente ela é pequena e é inserida em um local visível, porém discreto, como por exemplo na barra das camisetas, barra da manga ou até na lateral.

Utilizar essa etiqueta pode trazer um diferencial a sua marca, tanto para reforçar a identidade da sua logo e fazer com que seja lembrada frequentemente e ainda reforçar a qualidade da sua peça.

É possível fazer etiquetas com materiais como oxford, austrália, ou até mesmo no próprio couro.

 

OS – Ordem de Serviço

O entendimento de cada uma das especificações anteriores resultará em uma Ordem de Serviço (ou OS, como prefira) que permeia o entendimento de todas as etapas do processo desde a solicitação até a entrega. 

É imprescindível que a OS de um produto tenha todas as informações referente a tecido, cores, estampas, localizações, pois ela é um guia para a produção. 

É também onde o cliente se sente seguro com alguém que se responsabiliza pela necessidade dele!

 

Conclusão

Saber como criar uma marca de roupas a partir do entendimento das especificações técnicas de confecção não é obra de sorte, mas sim de dedicação. Isso é pensar no cliente! A chave da satisfação mora na importância que atribuímos a todas as etapas de um processo de confecção.

De fato, segundo o site Mercado e Consumo o ano de 2021 vem com promessas de uma retomada comercial bastante significativa, e o empresário deve ter mentalmente essa estrutura – assim como contar com um parceiro que respalde a segurança necessária

É tempo de planejamento e de uma mudança de mindset no que diz respeito à satisfação do cliente. É tempo de estruturar sua marca numa orientação dúplice: 

1) Orientar o negócio para resultados

A base de um sólido planejamento empresarial reside na construção de uma filosofia, uma política interna, que leve o time operacional a buscar a entrega.

O entendimento de uma necessidade, seus prazos e cuidados farão com que isso retorne em ganhos, não só financeiros, mas de fixação da marca no mercado. 

 

2) Orientar o negócio para a satisfação do cliente  

Existir para servir os clientes, deve figurar no pensamento central de um negócio, pois são eles – os clientes – que acabam por fixar sua marca no mercado. 

Eles que vão desejar adquirir mais, eles que vão buscar quantidades e variedades cada vez maiores, eles que vão falar de seu produto para outras pessoas. 

Por isso é imprescindível cultivar essa mentalidade.

Assim sendo, tudo o que trouxemos é o interesse de fazer com que a sua marca tenha solidez amparada em qualidade. É onde você, empresário, que visa criar sua marca de roupas fará a diferença.

Bora colocar em prática?

Até a próxima!

Você pode gostar também:

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

grade tamanho camisetas